Saiba quem é a cineasta do documentário petista “Democracia em Vertigem” sobre o impeachemnt Dilma Rousseff

Petra Costa é a cineasta que dirige um dos documentários sobre o impeachment de Dilma Rousseff. Petra Costa é filha de Marília Andrade, herdeira da Andrade Gutierrez e amiga de Lula. Portanto, Petra Costa é herdeira do dono da grande empreiteira propineira do Petrolão do PT. Petra Costa tem uma produtora (Busca Vida Filmes e Produções), mas não vive de cinema. Ela também é herdeira da Andrade Gutierrez e sócia da Verdigris Participações, holding que integra a cadeia societária de diversos empreendimentos do grupo, inclusive a falida Oi. A relação da família de Petra Costa com os Lula da Silva também merece um documentário. Marília Andrade, herdeira da Andrade Gutierrez, comprou em fevereiro de 2015 um sítio com 124,5 mil metros quadrados no condomínio Village Atibaia. Marília pagou R$ 1,4 milhão pela área, que é colada ao sítio de Paulo Okamotto, o presidente do Instituto Lula. Ela é muito próxima de Lurian, a filha de Lula com a enfermeira Mirian Cordeiro. Na década de noventa, a empresária hospedou Lurian em seu apartamento em Paris e até pagou uma cirurgia plástica para a jovem. Nessa época, Marilia Andrade foi mulher do gardelão argentino Felipe Belisário Wermus, vulgo “Louis Favre”.
Na década de 70, Marilia Andrade foi militante do POC – Partido Operário Comunista. Quando seu pai descobriu a aventura comunista da filha, ligada a um partido terrorista, tirou-a do País e a enviou para morar em Paris, em um luxuoso apartamento. Lá ela conheceu o gardelão argentino Felipe Belisario Wermeus, conhecido como Louis Favre, ex-dirigente da 4ª Internacional comunista, de orientação trotskista. Marilia Andrade levou para morar em Paris, e estudar lá, a filha de Lula, Lurian. Ou seja, Marilia Andrade (e agora sua filha) tem uma ligação de praticamente a vida inteira com o mundo comuno-petista.

Este site utiliza cookies