Connect with us

Noticia Brasil Online

Recife gasta mais que São Paulo e Rio de Janeiro juntos em compras sem licitação durante pandemia

BRASIL

Recife gasta mais que São Paulo e Rio de Janeiro juntos em compras sem licitação durante pandemia

Recife gasta mais que São Paulo e Rio de Janeiro juntos em compras sem licitação durante pandemia

O prefeito atual de Recife, Geraldo Júlio de Mello Filho, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), gastou mais em gastos sem licitação do que as duas cidades que mais arrecadam impostos, e que tem mais pessoas, mais turismo e movimentam a economia, São Paulo e Rio de Janeiro com gastos somados juntos. Enquanto São Paulo e Rio de Janeiro, somados os gastos, gastaram R$ 564,2 milhões, somente a prefeitura de Recife, gastou R$ 670,2 milhões.

O gasto sem licitação em meio a pandemia, de R$ 670,2 milhões foi o dobro de São Paulo, que gastou R$ 388 milhões, e mais do que três vezes o valor do Rio de Janeiro que gastou R$ 226 milhões para o combate do coronavírus.

O escândalo, já foi apelidado de “Covidão”, e precisará de muitas explicações, já que o estado está longe de ser um dos mais infectados, ou com maior número de mortos no Brasil inteiro.

 

Segundo o próprio gabinete do parlamentar, os gastos foram:

Materiais: R$ 5,3 milhões em outros materiais e serviços.

Limpeza: R$ 7,7 milhões em material de limpeza

Mobília: R$ 8,1 milhões em mobília hospitalar

Estrutura: R$ 13,3 milhões em estruturas provisórias

Alimentação: R$ 20,7 milhões para alimentação hospitalar

Laboratório: R$ 22,1 milhões em laboratório

Obras: R$ 25,2 milhões em obras

Mais obras: R$ 25,2 milhões em obras

EPI´s: R$ 34,8 milhões em EPI’s

Medicamentos: R$ 45,6 milhões em medicamentos

Cestas: R$ 77,7 milhões em cestas básicas

Equipamentos: R$ 96 milhões para em equipamentos

Material: R$ 121,6 milhões para material hospitalar

Gestão: R$ 191,1 milhões para gestão hospitalar

Comentários
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BRASIL

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top