“O que os caras querem é nossa hemorroida, nossa liberdade” diz Bolsonaro sobre Witzel e Doria

O presidente da República, Jair Bolsonaro, xingou os governadores do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), e de São Paulo, João Doria (PSDB), durante reunião ministerial do dia 22 de abril.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, retirou sigilo e divulgou, nesta sexta-feira (22), o vídeo da gravação da reunião.

Em um determinado trecho da reunião, Bolsonaro diz que os governadores querem a “liberdade” do povo:

“O que os caras querem é nossa hemorroida, nossa liberdade. Isso é uma verdade. O que esses caras fizeram com o vírus, esse bosta desse governador de São Paulo, esse estrume do Rio de Janeiro, dentre outros, é exatamente isso, aproveitaram o vírus.”

Bolsonaro também criticou o prefeito Arthur Virgilio (PSDB), de Manaus:

“O bosta do prefeito de Manaus, está agora abrindo covas coletivas”, disse o presidente.”

O vídeo com as declarações foi apontado pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, como prova de que o presidente Bolsonaro tentou interferir politicamente na Polícia Federal (PF).

Leave a Comment
Recent Posts

Este site utiliza cookies para melhorar a experiencia dos usuários, você aceita?