O PT usou as universidades como fabrica de militantes

“PT usou as universidades como uma fábrica de militantes. E não é fácil reverter tudo isso”, disse Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comentou sobre as críticas recentes feitas por parlamentares ao Ministério da Educação (MEC).

Em entrevista ao Jornal da Record, nesta segunda-feira (2), Bolsonaro declarou:

“O Ministério da Educação tem mais de 300 mil servidores. No governo Dilma foram contratados mais de cem mil servidores. O PT usou as universidades como uma fábrica de militantes. E não é fácil reverter tudo isso.”

E acrescentou:

“Nas provas do Pisa, que pega o ensino fundamental, nada cresceu, muito pelo contrário, na última prova no início desse ano e querem botar na minha conta o Brasil caiu mais ainda. A partir do próximo triênio, aí sim fica sobre a nossa responsabilidade.”

O chefe do Executivo acrescentou que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, tem desenvolvido um “bom trabalho”:

“O próprio Enem. Acabou aquelas perguntas esquisitas, diferentes, que os pais não gostavam e que atentavam contra os valores familiares. Acabou aquelas perguntas sobre mentiras do período de 64 a 85. Era muita mentira pregada ali. Então, os temas já começam a voltar pro lado de interesse público como um todo. Ele, Abraham Weintraub está fazendo um bom trabalho e deve continuar assim. Essa crítica do parlamento, vem por parte de que grupo parlamentar? De que partido. Tem que ver isso para saber se procede ou não.”

Informação RENOVA.

Este site utiliza cookies