O governo lulopetista do Ceará fracassou e é preciso imediata intervenção federal no Estado

O governador do Ceará, Camilo Santana, após reunião dos governadores eleitos dos estados do nordeste, em Brasília.

A ocupação de quartéis da PM, a insubordinação continuada de PMs mascarados como bandidos e o vandalismo em cima do patrimônio público (veja foto na nota a seguir), demonstram que o governo lulopetista perdeu totalmente as condições de governar o Ceará, que já vive situação típica de guerra urbana movida por entes criminosos, inclusive políticos, como demonstrou o senador Cid Gomes na sua tresloucada tentativa de destruição em massa que levou a efeito em Sobral.

Nos últimos 5 dias, 97 cidadãos já foram assassinados, roubos e furtos estão fora de controle e os cidadãos não podem sair de casa em segurança.

As Forças Armadas, deslocadas para o Estado por ordem de Bolsonaro, mal conseguem manter a calma nas ruas, mas apenas nas ruas.

É caso de imediata intervenção federal no Ceará, com o afastamento do governador Camilo Santana, mas pelo menos a entrega da secretaria da segurança para o controle direto do Exército.

O governo lulopetista do Ceará não governa mais o Estado.

Leave a Comment
Recent Posts

Este site utiliza cookies para melhorar a experiencia dos usuários, você aceita?