Connect with us

Noticia Brasil Online

Ministro da educação diz que Rede Globo não chegará a 2023 e que o chá da emissora está sendo coado

GOVERNO

Ministro da educação diz que Rede Globo não chegará a 2023 e que o chá da emissora está sendo coado

Se existe uma coisa que os eleitores do presidente Bolsonaro deseja veementemente, é o fechamento da Rede Globo.
E foi exatamente o que o ministro da educação afirmou e uma live promovida pelo filho do presidente, o então deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).
Abrahm Weintraub participou neste domingo (05.mar.), de uma entrevista com Eduardo e disse categoricamente, que o governo Bolsonaro está preparando a cassação da concessão da TV Globo. O ministro disse ainda que a poderosa, como dizia o saudoso Clodovil, não sobrevive até 2023.

“A Rede Globo não sobrevive até 2023” disse.

Weitraub, acredita que por dever muito, a emissora citada, não chegará a 2023. E fustigou assim:

“Tem uma emissora de televisão que ela não sobreviverá até 2023. Ela deve aos tubos, porque não pagou imposto, não vai ter certidão negativa pra renovar concessão. Ou ela paga um buzilhão de imposto que ela nuca teve que pagar ou ela não renova concessão, porque não vai ter certidão negativa” disse o ministro.

Abrahm ainda disse que a família Marinho sabe que o presidente Bolsonaro está fazendo de tudo para que a empresa [Globo],  pague o que deve e que o governo vem buscando formas de cassar a concessão pública o que justificaria os ataques para que  Bolsonaro deixe o poder.

“A luta da família Marinho é de vida ou morte”.

Como estamos vendo, não é de se estranhar que a Rede Globo, passa a maior parte do seu tempo, criticando o governo e o presidente Bolsonaro, mas o chá dela está coando.

Comentários
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em GOVERNO

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top