Connect with us

Noticia Brasil Online

Maia prorroga pela 4ª vez consecutiva análise do pacote anticrime do ministro Moro

BRASIL

Maia prorroga pela 4ª vez consecutiva análise do pacote anticrime do ministro Moro

Em 05 de fevereiro de 2019, Moro entregou o pacote anticrime para Rodrigo Maia. Já se passaram 225 dias e o pacote continua parado na Câmara. E tem gente que acredita que o problema do Brasil é o Bolsonaro.

Nesta quarta-feira (18), o grupo de trabalho da Câmara dos Deputados, que analisa o pacote anticrime do ministro Sergio Moro, rejeitou vários pontos do projeto que visa combater as facções criminosas.

Após a decisão dos parlamentares, não será possível instalar câmaras em locais públicos para investigar uma suspeita sem autorização judicial. Uma conversa gravada sem a autorização de um juiz não poderá ser usada para acusar alguém, só para defender.

Os presos que tiveram ligações com facções criminosas nas penitenciárias não terão as penas aumentadas, como previa a proposta. Como argumento, o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ), autor da emenda que mudou o texto, citou o exemplo do Rio de Janeiro, em que as próprias autoridades do sistema penitenciário alocam os presos nas unidades separando-os por facções.Também caiu a possibilidade de gravar as conversas de advogados com presos com autorização da Justiça.

LEIA MAIS:

Com sua popularidade nas alturas, Moro parte para o ataque e volta a dar palestras

Comentários

Pai, casado, católico, editor de notícias e Brasileiro com muito orgulho. Um cidadão em pleno gozo de seus direitos constitucionais e de opiniões pessoais.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BRASIL

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top