Connect with us

Noticia Brasil Online

Maia diz que Guedes agrediu o Parlamento

BRASIL

Maia diz que Guedes agrediu o Parlamento

“Eu acho que houve um recuo que pode abortar a nova Previdência”, disse Guedes sobre as alterações na proposta de reforma previdenciária.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o ministro da Economia, Paulo Guedes, “está gerando uma crise desnecessária” e que o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, virou uma “usina de crises”.

Após participação de seminário em São Paulo, nesta sexta-feira (14), Maia declarou:

“Hoje, infelizmente, é meu amigo Paulo Guedes gerando uma crise desnecessária. A vida inteira o ministro da Economia sempre foi o bombeiro das crises. Nós não vamos dar bola ao ministro Paulo Guedes pelas agressões que fez ao parlamento.”

Segundo o site G1, Maia reforçou que blindou na Câmara a reforma da previdência das “crises”:

“Nós queremos deixar claro que essa usina de crises que se tornou nos últimos meses o governo não vai chegar à Câmara. Nós vamos blindar a Câmara.”

Pela manhã, o ministro Guedes criticou as mudanças propostas por Samuel Moreira, do PSDB, relator do projeto de reforma da Previdência na Câmara dos Deputados e atribuiu as modificações à “pressões corporativas” e ao “lobby de servidores do Legislativo”.

“Eles [parlamentares] mostraram que não há compromisso com as novas gerações. O compromisso com os servidores públicos do Legislativo foi maior do que o com as novas gerações”, afirmou Guedes.

Info: RENOVAMIDIA

Leia mais:URGENTE: JUIZ ABSOLVE ADÉLIO

“DEU MERDA”

“Maia está puto”

Comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BRASIL

Deseja receber um alerta com as principais noticias do dia? Assine nossa Newsletter é gratís!




Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top