Lava Jato a todo vapor denuncia deputado do DEM por lavagem de dinheiro

Lava Jato acusou Aníbal Gomes pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público Federal (MPF) no Paraná apresentou denúncia, nesta quarta-feira (27), contra o deputado Aníbal Gomes (DEM-CE) e o assessor Luis Carlos Batista Sá.

Eles foram acusados pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, que teriam sido cometidos a partir de 2006.

Na época dos supostos crimes, Gomes era deputado federal pelo PMDB. Atualmente suplente pelo DEM, ele não está em exercício.

As provas apontam que Gomes teria usado sua influência para sustentar politicamente a permanência de Nestor Cerveró à frente da Diretoria Internacional da Petrobras.

Segundo a denúncia, por intermédio de Cerveró, solicitou e aceitou vantagem indevida no valor de US$ 6 milhões, informa o site RENOVA.

Este site utiliza cookies