Connect with us

Noticia Brasil Online

Jornalista que publicou trechos de conversas entre Moro e Dallagnol voltou a fazer sérias ameaças ao ministro da Justiça

BRASIL

Jornalista que publicou trechos de conversas entre Moro e Dallagnol voltou a fazer sérias ameaças ao ministro da Justiça

O tal jornalista norte-americano que vazou (criminosamente) trechos de conversas entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol voltou a fazer sérias ameaças ao ministro da Justiça.

Glenn Greenwald afirmou que há mais materiais que comprovam a interferência direta do juiz Sergio Moro nos rumos da Lava Jato e, consequentemente, das últimas eleições.

Ele declarou:

“Temos mais materiais envolvendo o papel do Moro na Lava Jato, mostrando que ele é um chefe da força-tarefa, que criou estratégias para botar Lula e outras pessoas na prisão, e atuou quase como um procurador, não como juiz”.

Tudo bem que esse sujeito queira proteger sua fonte, conforme reza o ‘beabá’ da imprensa, mas ele deve ser responsabilizado por suas publicações infundadas e criminosas.

Conforme o próprio jornalista declarou, há mais materiais … ou seja, ele tem em sua posse outros materiais obtidos de maneira ilícita.

LEIA MAIS:

Modesto Carvalhosa sai em defesa da Lava Jato: “Moro e Dallagnol tem méritos inquestionáveis que devem ser defendidos por nós

Bretas sai em defesa de Moro após divulgação de conversas sobre Lava-Jato: Diálogos forjados. Criminosos não têm ética

O Ministério Público deveria, no mínimo, denunciar esse jornalista por pelo crime de Associação Criminosa (Artigo 288 do Código Penal), afinal de contas ele se uniu ao tal hacker para praticar as invasões cibernérticas.

Não podemos continuar agindo como uma republiqueta de bananas.

Um americano se muda para o Brasil e coloca todo o sistema jurídico do país em xeque?

Imaginem só se um brasileiro fizesse uma ‘anarquia’ dessas dentro dos EUA.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO DIÁRIO DO BRASIL

Comentários
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BRASIL

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top