Connect with us

Noticia Brasil Online

Gilmar chama Moro e Deltan de torturadores e diz que com a Lava Jato o Brasil viveu uma era de trevas no processo penal

BRASIL

Gilmar chama Moro e Deltan de torturadores e diz que com a Lava Jato o Brasil viveu uma era de trevas no processo penal

Gilmar chama Moro e Deltan de torturadores e diz que com a Lava Jato o Brasil viveu uma era de trevas no processo penal

Para atacar a Lava Jato, o SUPREMO usou as reportagens criminosas do The IntercePT Brasil.

Disse que a operação Lava Jato torturava os investigados, desrespeitava o processo penal, perseguia ministros do Supremo e articulava um projeto político.

“Hoje se sabe de maneira muito clara que usava-se a prisão provisória como elemento de tortura. E quem defende tortura não pode ter assento na Suprema Corte do Brasil”.

Disse também que havia um “quadro de esquizofrenia” jurídica movido por “interesse midiático” de Moro. “Não parece haver dúvida de que o juiz Moro era o verdadeiro chefe da Força Tarefa de Curitiba. Quem acha que isto é normal certamente não está lendo a Constituição e o Código de Processo Penal”.

Criticou o “projeto político” de Dallagnol em se tornar senador. “Veja, um partido dos procuradores, um projeto político!”.

Criticou a ‘perseguição’ da Lava Jato contra os ministros do Supremo: “In Fux We Trust” e “Aha, uhu. O Fachin é nosso!”, o ataque à Cármen Lúcia, chamada de “frouxa”.
“O Brasil viveu uma era de trevas no processo penal. Você não combate crime cometendo crime. Cada um terá seu tamanho na história. Calcem as sandálias da humildade. “Chegou ao momento de fazer uma avaliação crítica”.

LEIA MAIS:

Comentários
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BRASIL

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top