Connect with us

Noticia Brasil Online

Foi assim que tudo começou na VENEZUELA

MUNDO

Foi assim que tudo começou na VENEZUELA

Venezuela lança plano nacional para desarmamento de civis

País que incentivar a entrega voluntária de armas de fogo.
ONU considera a Venezuela o segundo país mais violento do mundo.

O presidente Nicolás Maduro lançou neste domingo (21) um plano nacional de desarmamento que busca incentivar a entrega voluntária de armas de fogo na Venezuela, segundo país mais violento do mundo, segundo a ONU.

“Arranca o plano nacional de desarmamento com esta nova etapa, com os recursos aprovados, com a instalação de 60 centros de desarmamento e com a participação do movimento pela paz e vida. Continuemos atrás do sonho, atrás da utopia de uma Venezuela de paz”, disse Maduro, após participar de uma caminhada no centro de Caracas pelo dia internacional pela paz.

O presidente aprovou US$ 47,6 milhões para criar um fundo nacional de desarmamento, a fim de incentivar a entrega de armas. Em junho de 2013, Maduro promulgou a lei para o controle de armas, que pune o porte ilegal com até 20 anos de prisão.

Em 2009, segundo estimativas oficiais, havia na Venezuela mais de 15 milhões de armas, legais e ilegais, para uma população de 30 milhões de habitantes.

O país vive uma onda de violência ligada ao crime comum, enquanto opositores acusam o oficialismo de ter distribuído armas entre os grupos de simpatizantes do chavismo após o golpe de Estado de abril de 2002 contra o presidente Hugo Chávez (1999-2013).

Com um índice de homicídios de 53 para cada 100 mil habitantes, a ONU considera a Venezuela o segundo país mais violento do mundo, depois de Honduras (90,4 para cada 100.000).

“O Brasil passou bem perto disso”

Leia mais: “Se soltarem o Lula, nós teremos que agir”

“NEGADO” Tentativa de Lula de anular no Supremo a condenação pelo triplex

Com apoio da Força Aérea, Moro desfere novo golpe no crime organizado

 

 

Comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em MUNDO

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top