Connect with us

Noticia Brasil Online

Filhos de Deputada Federal são acusados de assassinato

POLITICA

Filhos de Deputada Federal são acusados de assassinato

A Justiça do Rio decretou a prisão temporária de dois filhos da deputada federal Flordelis, do PSD. Eles são suspeitos de participar do assassinato do pastor Anderson do Carmo, no último fim de semana, em Niterói, região metropolitana do Rio. Um deles admitiu ter atirado no padrasto.

Flavio dos Santos admitiu ter matado o padrasto durante um depoimento, na noite de quarta-feira (19), na Delegacia de Homicídios. Ele contou que deu seis tiros no pastor Anderson do Carmo. A perícia constatou que o corpo de Anderson tinha 30 ferimentos.

Flávio afirmou que teve ajuda de outro filho do casal no assassinato, Lucas dos Santos, para comprar a arma. Mas a polícia já sabe que Lucas não estava presente na hora dos tiros.

O pastor Anderson do Carmo era casado com a deputada federal Flordelis, do PSD. Os dois têm 55 filhos, entre biológicos e adotivos.

Anderson do Carmo foi assassinado na madrugada de domingo (16), logo depois de chegar em casa. A deputada Flordelis contou que o marido voltou para buscar algo no carro e que, nesse momento, ela ouviu os tiros.

Flávio dos Santos, filho biológico da deputada, e Lucas dos Santos, filho adotivo do casal, já eram considerados suspeitos de envolvimento no assassinato. Eles estavam presos desde segunda-feira (17) pela participação em outros crimes: Flávio, por violência doméstica, e Lucas, por tráfico de drogas.

Na terça-feira (18), policiais encontraram uma pistola calibre nove milímetros no quarto de Flávio, na casa onde ele vivia com os pais. A arma estava enrolada num pano, em cima do armário. Depois de um teste feito na delegacia, a polícia comprovou que é a arma usada no crime.

Nesta quinta-feira (20), depois da confissão de Flávio, os investigadores pediram a prisão temporária dos dois irmãos por homicídio.

O depoimento de um outro filho do casal revela informações de que mais pessoas da família podem estar envolvidas no crime. A TV Globo apurou o que ele contou aos investigadores.

Este filho diz que não ouviu discussão, barulho de carro ou moto em fuga. Quando desceu para a varanda do closet do pai, encontrou Flávio próximo a Anderson caído. O rapaz conta que a namorada dele entregou o celular de Anderson para Flordelis.

Este é um dos pontos importantes da investigação, a polícia ainda tenta encontrar o celular do pastor. Os investigadores já pediram à deputada Flordelis que entregasse o telefone do marido, mas até agora o aparelho não apareceu.

O filho revela outros detalhes: diz que, em outra ocasião, três filhas do casal e a própria Flordelis já teriam colocado remédio na comida de Anderson, e que isso seria a causa de problemas de saúde do pai.

Ele conta que, em fevereiro, Anderson mostrou uma ameaça de morte que tinha recebido por mensagem e que Lucas revelou a ele ter recebido uma proposta de R$ 10 mil, de uma das irmãs, para matar Anderson.

O filho suspeita do envolvimento da mãe, de três irmãs, de Lucas e de Flávio na morte do pai. Ele também afirma que a mãe chegou a dizer a um dos filhos que a hora do pai estava chegando e descreve o comportamento desesperado de Flordelis e desses irmãos durante o velório como um teatro.

As informações são do Jornal Nacional da TV Globo.

Comentários
Continue Reading
Advertisement
Recomendamos para você..

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em POLITICA

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top