Filha de prefeito recebe duas parcelas do auxílio emergencial e repassa a grana para o pai

Os casos de recebimento indevido de auxílio emergencial continuam a assombrar.

Notadamente quando os envolvidos possuem algum tipo de parentesco com políticos.

É o caso de Hellen Lira Porto, filha do prefeito de uma pequena cidade no interior baiano.

O detalhe mais pernóstico é que a “beneficiária”, além de ser filha de prefeito, é estudante de medicina numa caríssima universidade particular, em São Paulo.

O prefeito – pai da menina – confirmou, mas justificou dizendo que o valor teria sido doado a famílias carentes.

Não se dignou a devolver o valor obtido ilicitamente.

Aliás, a declaração do prefeito é chocante:

“Isso aí não é montagem, realmente é verdade. Hellen fez o cadastro emergencial, recebeu duas parcelas aí. Só que o que ninguém sabe é que, cada vez que ela recebe a parcela, ela me dá o dinheiro e eu doou para uma família carente”.

Ou seja, o próprio prefeito fez uso da grana.

UOL

Redação: O site NBO é um veículo comunicação independente com notícias do Brasil e do Mundo. Nossa missão é levar ao público a verdade dos fatos, sempre com informações de fontes seguras e confiáveis para você formar sua própria opinião.

This website uses cookies.