Fernando Pimentel é indiciado por desvio de quase R$ 1 bilhão

A Polícia Civil indiciou o ex-governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), pelo crime de peculato – subtração ou desvio de dinheiro público, por suposto desvio de R$ 1 bilhão de recursos de empréstimos consignados dos servidores que eram repassados aos bancos.

O ex-secretário de estado da Fazenda José Afonso Bicalho Beltrão da Silva também foi indiciado pelo crime de peculato. Se os dois forem condenados pela Justiça, deverão cada um pegar uma pena de 2 a 12 de prisão

Procurado pela imprensa, Fernando Pimentel disse que ele não foi notificado, intimado, inquirido.

“Assim sendo, não tenho como comentar um processo sobre o qual as únicas informações são as da imprensa” disse o petista.

Segundo o delegado titular da Delegacia de Combate à Corrupção, Gabriel Ciríaco Fonseca, 280 mil servidores tiveram os empréstimos consignados descontados no contracheque. No entanto, os valores não foram repassados pelo governo do estado às instituições onde os empréstimos foram feitos.

Leave a Comment
Recent Posts

Este site utiliza cookies para melhorar a experiencia dos usuários, você aceita?