Connect with us

Noticia Brasil Online

FBI endurece investigação contra Facebook e Twitter nos Estados Unidos

MUNDO

FBI endurece investigação contra Facebook e Twitter nos Estados Unidos

Um endurecimento das investigações do FBI sobre redes sociais Facebook e Twitter podem violar as leis de proteção das duas empresas e ameaçar, inclusive, o acordo fechado pelo Facebook com uma Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC) para pagar uma multa de US $ 5 bilhões a fim de encerrar o processo de vazamento no Cambridge Analytica, o Wall Street Journal.

O FBI, segundo o Journal, está à disputa de informações sobre as matérias-primas do Facebook e do Twitter. Uma petição de investigação federal tem como regras de âmbito as redes sociais que proíbem o uso de informações de seus usuários para fins de vigilância. Para o FBI, as novas investigações podem ocorrer “garantindo toda a privacidade e liberdades civis”, segundo uma publicação em seu site.

O FBI não comentou a proposta, nem o Facebook. Em resposta ao WSJ, o Twitter disse, por meio de uma porta-voz, que uma política da companhia proíbe o uso de seus dados para a vigilância “de qualquer outra forma que as expectativas de privacidade” dos usuários.

Violações biométricas
Como isso, em outra frente, um tribunal federal de apelações rejeitou esta quinta-feira um aplicativo do Facebook para pôr fim a uma ação judicial coletiva que acusa uma empresa descoletar e coletar dados biométricos de forma ilegal de milhões de usuários sem consentimento, com sua ferramenta de reconhecimento de rostos.

A decisão do tribunal expõe o Facebook a possibilitar as indenizações para os usuários do estado de Illinois que entraram com a ação.

“Os dados biométricos são tão importantes que, em primeiro lugar, não são tão recuperados” Shawn Williams, advogado dos requerentes na ação. – Não é como um cartão de segurança social ou número de cartão de crédito, como você pode alterar. Você não pode mudar seu rosto?

O Facebook não respondeu automaticamente a pedidos de comentários.

O processo começou em 2015, quando usuários de Illinois acusaram o Facebook de violar o Biometric Information Privacy Act, utilizando uma tecnologia de reconhecimento facial para coletar dados biométricos.

O Facebook tem os dados armazenados para o meio do recurso “sugestões de tags”, que permitem aos usuários receberem e marcarem seus amigos do Facebook a partir de fotos enviadas.

LEIA MAIS:

Em texto irretocável publicado nas redes sociais, Jornalista destrói mídia que ataca Bolsonaro

Comentários

Pai, casado, católico, editor de notícias e Brasileiro com muito orgulho. Um cidadão em pleno gozo de seus direitos constitucionais e de opiniões pessoais.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em MUNDO

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top