Em estreia na Band, Jornalista diz que Bolsonaro nunca leu um livro e que Eduardo Bolsonaro não sabe identificar continentes

Estreando  no comando do programa “Primeira Hora” na manhã desta segunda-feira (15), na Rádio Bandeirantes.

O historiador Marco Antônio Villa criticou veementemente a indicação de Eduardo Bolsonaro (PSL) à embaixada do Brasil nos EUA e “desceu a lenha” no currículo do deputado.

De acordo com Terça Livre Villa disse:

“Se eu colocar ele aqui no estúdio da Bandeirantes e pegar um planisfério, ele não sabe identificar os continentes. Ele não sabe onde fica a Europa, ele vai pôr o dedo na África. Não sabe nem geografia Norte, Sul, Leste e Oeste”. E continuou: “É um sujeito ignorante, incapaz”.

O historiador ainda disse que a indicação é nepotismo e um tapa na cara dos grandes diplomatas do Brasil. “Mito não é Bolsonaro, mito é o Barão do Rio Branco”, referindo-se ao diplomata brasileiro.

Além disso, Villa afirmou que o presidente Jair Bolsonaro nunca leu um livro: “Você já viu ele citando um livro? Um filme ou uma peça de teatro? É de uma ignorância como nunca foi vista na história brasileira”.

Mas os usuários do Twitter usaram usaram a hashtag #BandLixo para discordar dos comentários e para criticar Fabio Pannunzio, jornalista da emissora, que chamou a direita de ‘nazistas’. Fábio saudou Villa pela estreia, dizendo que a milícia fascista subiu a tag e que Marco Antônio chegou “agitando os milicianos”.

LEIA MAIS:

Partido Rede de Marina Silva pede liminar no STF para proteger o jornalista Glenn Greenwald.

Funai tem nove aviões abandonados e dívida de R$ 3 milhões

Este site utiliza cookies