Documentário “Democracia em Vertigem” que confessa crimes de petistas é indicado ao Oscar

Documentário ”Democracia em Vertigem”, da cineasta Petra Costa, foi indicado ao Oscar 2020.

O filme, claro, é uma lambeção de botas para o PT, mas há momentos muito interessantes. Um deles é que Gilberto Carvalho, um dos maiores nomes do partido, confessa os crimes do partido.

Carvalho confessou que recebia dinheiro das empreiteiras para as campanhas e depois tinha de atender os interesses delas. Tudo isso foi bem mostrado pela Lava Jato. Não há dúvidas.

Petra Costa conseguiu uma proeza: levou sua versão mentirosa, fantasiosa e esquerdista do impeachment de Dilma a concorrer ao Oscar de melhor documentário.

O filme afronta todos que foram às ruas pedir a saída de Dilma. O esquerdismo domina o cinema.

Deixe aqui o seu repúdio.

LEIA MAIS:

Com Dilma, Brasil teve pior década da história na economia

Este site utiliza cookies