Connect with us

Noticia Brasil Online

Deputados e senadores veem Moro ministro como tentativa de emparedar Legislativo

BRASIL

Deputados e senadores veem Moro ministro como tentativa de emparedar Legislativo

A escolha de Sérgio Moro para chefiar os Ministérios da Justiça e da Segurança Pública foi vista com bons olhos pelos eleitores de Jair Bolsonaro, entretanto, a sua relação com o Congresso acabou ficando um pouco abalada. Muitos dos parlamentares são réus em decorrência da Operação Lava Jato e isso acabou criando um mal-estar entre eles.

Integrantes de vários partidos, da esquerda à direita, passando pelo centrão, acreditam que Bolsonaro se equivocou ao convidar Sérgio Moro para a Justiça. Segundo eles, haverá um tipo de emparedamento no Legislativo. No lugar de Moro, ocupando os processo da Lava jato ficará, por enquanto, a juíza Gabriela Hardt.

Por outro lado, parlamentares sabem que qualquer erro do juiz, agora futuro ministro, será alvo de convocação e CPIs e ele ficará exposto como todos

Ao convidar o magistrado, Bolsonaro fez um “golaço” na concepção dos seus eleitores, segundo declarou o vice-presidente eleito, general Antonio Hamilton Mourão. Para esses eleitores, o presidente mostrou que seu governo não aceitará a corrupção, pois Moro é visto por eles, como alguém que combate os crimes contra os cofres públicos.

Contudo, alguns parlamentares afirmaram nos bastidores, que Bolsonaro terá que ter muito cuidado. Ao dar tantos poderes ao magistradoda Lava Jato, ele terá sérios problemas caso for demiti-lo ou mesmo ser abandonado por ele. Além de Moro, o economista Paulo Guedes também terá grande força no governo do capitão.

PT revoltado
O Partido dos Trabalhadores (PT) acredita que a nomeação de Sérgio Moro provou ao mundo que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um preso político. Segundo Fernando Haddad, candidato derrotado na eleição, a ação que Lula move no comitê de Direitos Humanos da ONU contra a condenação de Lula pode ir para frente agora.

Na concepção de Haddad, ao aceitar o convite de Bolsonaro, Lula venceu a causa no organismo internacional. Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Indignação
Segundo informou a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, o líder do PT está indignado com a resposta de Moro em ser ministro. Para Lula, Moro deveria mostrar fatos concretos do que ele teria roubado, o que, segundo o petista, até o momento não aconteceu. A senadora disse que os advogados entrarão com várias ações pedindo a liberdade imediata do ex-presidente.

Comentários
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BRASIL

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top