Deputado aciona a PGR contra a jornalista Vera Magalhães

Nesta sexta-feira (3), o deputado federal Marco Feliciano utilizou suas redes sociais para informar que vai entrar com uma queixa-crime na Procuradoria-Geral da República contra a jornalista Vera Magalhães “por discriminação religiosa”.

Em sua publicação, ele mostrou uma declaração de Vera no Twitter em que chama de “circo armado” o apoio dado pelo presidente Jair Bolsonaro a um jejum nacional contra o coronavírus.

– Circo armado pelo presidente em entrevista. Desta vez não terá como negar o óbvio. Quem apoia isso será igualmente responsabilizado se o país colapsar na pandemia – escreveu Vera Magalhães.

AO comentar a publicação, Feliciano fez uma queixa-crime ao procurador Aílton Benedito.

– Dr. Ailton Benedito: faço notícia-crime contra ‘jornalista’ Vera Magalhães por discriminação religiosa. Inaceitável comparar jejum com circo e associar prática religiosa com pandemia. Peço que MPF/PGR atue no caso, inclusive para apagar a postagem. (Art. 20, caput, § 3º, II) – afirmou.

Leave a Comment
Recent Posts

Este site utiliza cookies para melhorar a experiencia dos usuários, você aceita?