Connect with us

Noticia Brasil Online

Decisão de Dias Toffoli, STF, é o primeiro grande ataque oficial à Lava Jato

JUSTIÇA

Decisão de Dias Toffoli, STF, é o primeiro grande ataque oficial à Lava Jato

A decisão monocrática (tomada sozinho) do presidente do STF, Dias Toffoli (leia nota a seguir) é um duro golpe contra a Lava Jato, mas também contra todas as investigações promovidas pelo MPF e pela Polícia Federal contra a corrupção.

Dias Toffoli aproveitou a tensão política e social produzida pelas ações criminosas praticadas pelo site The Intercept em conluio com Veja  e Folha, para fazer o que a maioria do STF sempre quis fazer:

– Melar a Lava Jato e proteger os políticos corruptos, sobretudo os do PT, incluído Lula.

O procurador Eduardo Al Hage, coordenador da Lava Jato no Rio, disse esta tarde que a decisão de Dias Toffoli de suspender processos e investigações abertas com base em dados da Receita ou do Coaf, atinge praticamente todas as apurações de lavagem de dinheiro no país.

A exigência de autorização judicial para peneiragens feitas pela Receita e pelo Coaf, atrás do caminho do dinheiro sujo, beneficia o crime

– A decisão monocrática do presidente do STF suspenderá praticamente todas as investigações de lavagem de dinheiro no Brasil. O que é pior, ao exigir decisão judicial para utilização dos relatórios do Coaf, ignora o macrossistema mundial de combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento ao terrorismo e aumenta o já combalido grau de congestionamento do Judiciário brasileiro. Um retrocesso sem tamanho que o MPF espera ver revertido pelo plenário o mais breve possível.

LEIA MAIS:

Toffoli suspende quase todas as investigações de lavagem de dinheiro, diz chefe da Lava Jato no Rio

Dias Toffoli passa por cima das leis, para proteger o Verdevaldo !

Comentários

Pai, casado, católico, editor de notícias e Brasileiro com muito orgulho. Um cidadão em pleno gozo de seus direitos constitucionais e de opiniões pessoais.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em JUSTIÇA

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top