Connect with us

Noticia Brasil Online

Contrariando Doria prefeito de cidade do interior de SP segue recomendação de Bolsonaro e libera uso de cloroquina

BRASIL

Contrariando Doria prefeito de cidade do interior de SP segue recomendação de Bolsonaro e libera uso de cloroquina

O prefeito da cidade do interior de Mirandópolis, Everton Sodario do PSL, para salvar diversas pessoas que estão contraindo o novo coronavírus, autorizou a compra de cloroquina que está sendo usado no mundo inteiro para salvar vidas, apesar de não ter prova de eficiência de 100%, mas na maioria dos casos em que se usa no começo do sintomas é encontrado bons resultados.

João Doria, apenas por questões políticas, está fazendo uma ampla campanha contra a cloroquina, apenas por conta de seu adversário político, o Presidente Jair Bolsonaro, estar fazendo amplo apoio, simplesmente porque se preocupa com os brasileiros, e quer que eles vivam e sobrevivam a crise, acima das questões políticas.

Eu acabei de assinar aqui a Portaria 6661. Essa Portaria ela autoriza o município de Mirandópolis [a usar a cloroquina em pacientes com Covid-19]. A cidade é a primeira do Estado de São Paulo, inclusive do Brasil, a autorizar o departamento de saúde municipal a utilizar a hidroxicloroquina, junto com azitromicina como tratamento contra o novo coronavírus. Mirandópolis teve 33 casos positivos, mais de 27 já foram curados, porém, está aqui a nossa secretária de saúde e o nosso vice-prefeito. Nós estamos em uma guerra, e quando você está em uma guerra você precisa se utilizar de todas armas possíveis para combater o inimigo, e a nossa cidade irá se utilizar de todas as armas possíveis para resguardar a vida da nossa população”.

Concluindo, o prefeito de Mirandópolis disse:

“Desde o início dessa pandemia nós tomamos todos os cuidados possíveis para salvar a saúde e a vida de nossas pessoas. E agora, mais uma medida, inclusive pautada no Conselho Nacional de Medicina, baseada em observações de outros países que estão salvando vidas. Portanto, através dessa portaria o departamento de licitação está autorizado a fazer a aquisição do medicamento. O Departamento de Saúde irá elaborar um plano com os médicos do município, e a partir de agora, desde de haja consenso com o paciente, poderá ser administrado o fármacoA partir de agora a cloroquina está autorizada, desde de que acompanhada pelos médicos da saúde municipal a ser ministrada, havendo consenso dos cidadãos que vierem a ser acometidos pela doença”.

 

Comentários
Continuar Lendo
Advertisement
Recomendamos para você..
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BRASIL

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top