Connect with us

Noticia Brasil Online

Celso de Mello do STF depois de pedido de apreensão do celular do presidente, pede para apreender a câmera da reunião ministerial

BRASIL

Celso de Mello do STF depois de pedido de apreensão do celular do presidente, pede para apreender a câmera da reunião ministerial

Agentes da Polícia Federal apreenderam nesta segunda-feira (25), a câmera utilizada na gravação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, tendo a última delas com o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, por ordem de Celso de Mello do STF.
A matéria vem sendo divulgada pelo portal Cidade On-line, e dão conta que a fonte alertou que a Câmara passará por uma perícia para saber de houve alguma edição no vídeo, porém ainda não existe prazo para a tal investigação.

Dessa forma, através de ofício, recebido pela Secretaria-Geral da Presidência da República, o decano Celso de Mello pede o seguinte. Veja na nota:

“sejam encaminhados os equipamentos que realizaram as gravações (câmeras);”

“sejam encaminhadas as mídias originais onde as gravações foram primeiramente registradas (cartão ou dispositivo de memória externo, se houver);”

“seja informado o histórico ALEGADO acerca da mídia original (cartão de memória, por exemplo), ou seja, se foi alegadamente reutilizada, formatada ou sofreu qualquer outro procedimento, com detalhamento sobre os procedimentos realizados;”

“seja informado o histórico ALEGADO acerca dos arquivos de vídeo encaminhados, ou seja, se foram alegadamente submetidos a conversões de formato, compressões ou quaisquer outros processamentos que não lhe tenham alterado o conteúdo originalmente registrado. Em caso positivo, informar detalhadamente quais são as alegações sobre o que foi feito;”

Por fim, a maioria dos brasileiros já perceberam, que o ministro da suprema corte, Celso de Mello, deseja prejudicar intensamente o presidente Bolsonaro, tendo em vista que ele sairá do Supremo Tribunal ainda este ano. Isso é uma vergonha!

Comentários
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BRASIL

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top