Connect with us

Noticia Brasil Online

Carvalhosa pede apoio para tocar pedidos de impeachment de ministros do STF

OPINIÃO E ANALISES

Carvalhosa pede apoio para tocar pedidos de impeachment de ministros do STF

Nesta terça-feira, no gabinete do ilustre Senador Lasier Martins, a Professora Janaina Paschoal e o MP Pró-Sociedade, na companhia do imprescindível movimento Vem pra Rua, foram recebidos por vários parlamentares daquela casa legislativa, aos quais expuseram as fundamentadas razões pelas quais pedem o impeachment de Dias Toffoli.

A infame decisão monocrática do presidente do STF determinando a suspensão de investigações iniciadas a partir do compartilhamento de dados bancários cedidos pelo Coaf, pela Receita e pelo Banco Central pode ser um primeiro passo para anular processos e mesmo condenações de corruptos e membros do crime organizado. Mas a voz das ruas começa a ser ouvida.

APOIO EM ALTA – Se na semana passada eram 12, ontem o número subiu para 19 e, a cada dia que passa, o que se espera é que mais e mais senadores levem Davi Alcolumbre a esengavetar os 17 pedidos de impeachment contra os ministros “garantistas da impunidade” no STF.

De uma vez por todas, é preciso que os políticos aceitem o que significa a democracia representativa. Os parlamentares devem prestar contas ao Povo.

É essa a conduta exemplar dos integrantes do Muda, Senado!, grupo que deve crescer não só em número, como em prestígio, e cujos parlamentares merecem os cargos para os quais foram eleitos: Alessandro Vieira (Cidadania), Alvaro Dias (Podemos), Carlos Viana (PSD), Eduardo Girão (Podemos), Fabiano Contarato (Rede), Jorge Kajuru (Patriota), Lasier Martins (Podemos), Leila Barros (PSB), Lucas Barreto (PSD), Luis Carlos Heinze (PP), Major Olímpio (PSL), Marcos do Val (Podemos), Oriovisto Guimarães (Podemos), Plínio Valério (PSDB), José Reguffe (sem partido), Rodrigo Cunha (PSDB), Juíza Selma (PSL), Soraya Thronicke (PSL) e  Styvenson Valentim (Podemos).

Vamos apoiar este movimento em prol do saneamento básico do STF.

LEIA MAIS:

Carvalhosa: A partir de agora, as maiores autoridades do país podem se corromper sem serem investigadas

Comentários

Pai, casado, católico, editor de notícias e Brasileiro com muito orgulho. Um cidadão em pleno gozo de seus direitos constitucionais e de opiniões pessoais.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em OPINIÃO E ANALISES

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top