Alcolumbre liberou 62 diárias para assessores irem com ele a Nova York e Roma

“Após o jornalista Lúcio Vaz  do site gazeta do povo revelar a gastança das 95 viagens de Dias Toffoli, presidente do STF, e das 230 viagens de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, agora é a vez de Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado: R$ 840 mil em diárias e passagens só para assessores – sem contar “altos deslocamentos” com aviões da Força Aérea Brasileira (FAB).

Em uma viagem de Alcolumbre a Nova York, ele liberou 29 diárias para assessores “fazerem companhia”. Na canonização de Irmã Dulce, mais 33 diárias para turismo religioso em Roma.

Uma assessora levou R$ 109 mil nessas viagens de sonho.

LEIA MAIS:

A manobra de Alcolumbre no senado para se perpetuar no poder

Este site utiliza cookies