Connect with us

Noticia Brasil Online

Alcolumbre investigado por crimes durante sua campanha em 2014 barra prisão em 2ª instância

BRASIL

Alcolumbre investigado por crimes durante sua campanha em 2014 barra prisão em 2ª instância

O que dizer sobre as palavras ditas por Drago Kos, chefe do grupo da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), em visita a Brasília nesta semana sobre a decisão articulosa, orquestrada por alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em ter derrubado a prisão de condenados em segunda instância, para livrar da cadeia cadeia nada mais, nada menos do que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo Drago – Ele “acredita que temos que lembrar de duas coisas: não tanto a opinião da comunidade internacional que importa, e sim do brasileiros. Se eles pensarem que a impunidade voltou isso terá consequências. É difícil comparar com outros países. Cada um tem sua Constituição. E a segunda coisa, que é o preocupa, é a mudança de regime. Esse é o maior problema.”

O difícil de tudo, é ver o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), suspeito de ter praticado crimes durante a sua campanha eleitoral de 2014, quando se elegeu senador, recusar a proposta apresentada pelo senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), sobre a prisão em segunda instância. Tanto que segundo algumas notícias, dizem que ele teve uma reunião na última terça-feira (12) com alguns senadores, para manipular o texto. Tendo acara de pau em dizer que, a proposta apresentada pelo senador Orivaldo, de fazer uma alteração no Código de Processo Penal é uma afronta ao artigo 5º da Constituição, podendo inclusive ser questionada na Justiça.

Diante desta ladainha o senador Davi Alcolumbre, vale lembrar que a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do Senado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), teria o comunicado mais sendo sobre o comprometido que teria feito com outros senadores, em pautar a proposta no plenário do Senado após a votação no colegiado. Porém o canalha do Alcolumbre, mais sujo do que pau de galinheiro, teria afirmado que a proposta esta sendo ainda discutida. – “A gente está conversando com a senadora Simone Tebet e com todos os senadores”. Tanto que agora a senadora Tebet, colocou seu rabinho entre às pernas, dizendo que o CCJ só irá começar discutir o tema, no próximo dia 20. Segundo notícias, existem sete propostas que tratam sobre o assunto. Um desses é a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que autoriza a prisão de criminosos condenados em 2ª instância. Outro é o pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que já teve a intromissão de senadores, muitos deles acusados pelo crime de corrupção.

Fonte: Blog Cidadania, O Globo

Comentários

Pai, casado, católico, editor de notícias e Brasileiro com muito orgulho. Um cidadão em pleno gozo de seus direitos constitucionais e de opiniões pessoais.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em BRASIL

Em Alta

Estamos no Twitter

BRASIL

To Top